14.10.07

Non! Je ne regrette rien...

Não, não me arrependo...

De não ter ouvido mais a Môme Piaf,
De não ter ouvido alguns conselhos,
De não ter terminado Os Sertões,
De ter me orgulhado por tão pouco.

De não ter aprendido a tocar piano,
De ter me deixado enganar por idiotas,
De ter aprendido a sofrer,
De não ter me deixado afogar.

De não ter beijado (mais) algumas pessoas,
E de ter beijado outras,
De ter me esquecido de tantas coisas - boas e más,
E de não ter me esquecido de outras,
De não ter ainda aprendido a perdoar,
E de ter falado (quase) sempre a verdade.

Inclusive a respeito de arrependimentos.

4 comentários:

Rosa disse...

je ne regrette pas aussi!

Como arrepender-se! somos uma PIAF da vida! fiz! sei que fiz! e dai?
assumo.
Você no seu texto diz o que muitos gostaria de ter a coragem de gritar!

martina disse...

ai. por mais que eu diga que não, volta e meia eu me arrependo sim....

S.. disse...

Passeando por aí, caí aqui.
Postei Piaf estes dias, logo depois do filme.

Enfim, meus textos não são longos, nem densos e muito menos tem pretensão de ser textos.

Apareça:
www.nacurvadostrinta.blogspot.com

Bacio,
S.

clau disse...

ma cherie,
moi aussi