13.6.11

Um dia desses...

Um dia desses eu conto. O que vem acontecendo. O que anda pegando. Como ando e persisto e calo e me mudo. Como mudo. Como emudeço. Como permaneço ou persigo o que não mereço. Conto como me faço e como me esqueço. Um dia desses eu conto. Como reconheço.

Conto também como é grande a fome. E grande o tropeço. Conto se vivi, se sofri, se entrei de férias, se perdi a conta. Se a dividi ou deixei pra lá. Conto e desconto as dívidas. As falências. Conto como me multiplico. Como sangro. Como divago.

Conto como venho falindo, falhando, encantando. Conto como venho perseguindo o que nem sei o tamanho. Conto logo logo. Logo me abro. Logo me afogo.

Um dia desses. Quem sabe. Conto talvez o milagre.

Mas por enquanto. Sei lá. Vou contando a passagem.


3 comentários:

Susana disse...

Adorei ter notícias !
Aqui deixo um beijo e isto:
http://www.youtube.com/watch?v=-tkSFVagWeA&feature=related

Rebecca P. disse...

Adorei suas notícias também, Su!

Não conhecia o poema. E fiquei toda feliz também!

Juliana Leal disse...

lindo!