7.7.09

...

O mar
seu som
a luz indócil

de sua espuma

o tom
salgado
de sua fosca

dissolvência

perturba
intermitentemente

desabrigados restos
de areia

branca

2 comentários:

Denise disse...

fosca
dissolvência

disolvendo..

vendo


Denise

Rebecca P. disse...

Adoro quando meus poemas inspiram outros...