26.12.07

Fazendo o balanço...


Em 2007, eu...

  1. Fiz novos amigos.
  2. Fiz o que pude pra guardar um tempinho para os velhos amigos, tão queridos... mas nem sempre consegui.
  3. Trabalhei bastante, mas sonhei ainda mais... Talvez demais.
  4. Tive pesadelos, mas acordei com alguém do meu lado...
  5. Senti muita falta da minha mãe. E mais ainda do meu pai.
  6. Falei a verdade. E me arrependi.
  7. Às vezes menti...
  8. Redescobri a Edith Piaf... e aprendi mais sobre arrependimentos.
  9. Tive muito medo, mas me socorreram a tempo...
  10. Saí da natação (mas pretendo voltar, juro!)... E engordei um pouco (eufemismos sempre são úteis).
  11. Vi dezenas (ou seriam centenas?) de filmes ótimos... E outros nem tanto...
  12. Vi duas peças magníficas! Rubros... e Atrás dos Olhos das Meninas Sérias (se elas aparecerem em cartaz, corram pra lá!).
  13. Perdi a paciência... inúmeras vezes...
  14. Chorei de desespero... Mas me acalmei depois.
  15. Chorei de alegria - algumas vezes.
  16. Descobri o maravilhoso mundo encantado dos blogs...
  17. Descobri que toda vez que eu descubro algo novo, eu fico deslumbrada como uma criança.
  18. Descobri que não deixei de ser criança (que bom...).
  19. Percebi que envelheci um bocado... e que posso ser muito velha, às vezes (que bom também!).
  20. Vi pessoas queridas perdendo pessoas queridas. E isso não foi nada bom.
  21. Não perdi ninguém muito querido. E isso tem enchido minha vida de alegria!
  22. Percebi que vivo de alegrias cotidianas e pequeninas.
  23. Continuei gostando mais do que nunca de Chico Buarque... mas agora Seu Jorge tem um espaço especial por aqui.
  24. Esperei muito em filas de banco... e adiantei algumas das leituras do doutorado assim.
  25. Quase terminei minha tese... (falta pouco, ufa...)
  26. Descobri que a minha tese é, na verdade, eu mesma... (com meus defeitos incluídos...)
  27. Admiti que a minha tese nunca estará terminada, ainda que eu coloque nela um ponto final e uma capa bonita.
  28. Descobri que Clarice Lispector é interminável... e que nascer é muito comprido (coisa que já tinha sido descoberta por Murilo Mendes...).
  29. Descobri que eu mesma sou interminável...
  30. Continuei apaixonada por fazer amigos... por água... por plantas... por sushi... por Diadorim... por mulheres grisalhas e pela cor azul...
  31. Me apaixonei por uma árvore.
  32. Cantei muito no banheiro, como sempre.
  33. Me aproximei mais da minha irmã Betinha.
  34. Fiz 34 anos... e algumas burradas pelo caminho.
  35. Aprendi a fazer lasanha e pizza de frigideira.
  36. Tive umas quatro ressacas homéricas, umas quinze medianas e umas duzentas lights e, em todas elas, uma das minhas melhores amigas me salvou de uma morte nada heróica... a Neusa, conhecem?
  37. Tentei gostar de futebol... mas ainda não consegui... (alguma dica?)
  38. Desisti da humanidade quando vi isso...
  39. Mas depois me recuperei... (eu acho...).
  40. Fiquei uma semana de regime... E só.
  41. Conheci Tarkovski, li Campo Geral (Miguilim), Revolução dos Bichos, Fahrenheit 451 e Mulheres Apaixonadas, mas ainda não terminei Crime e Castigo...fora os livros para a tese, claro... foi um ano bem "leiteiro", como diria papai...
  42. Aprendi o significado de "emulação", que eu sempre esquecia.
  43. Viciei-me na palavra "evidente"... E vou perdendo, como toda boa mineira, o bom uso dos reflexivos. E continuo viciada em reticências... elas são tão lindas!
  44. Cortei o cabelo umas 18 vezes (número aproximado)... sempre com o Roninho, anjinho barroco em forma de cabeleireiro e doido por aniversários, como eu.
  45. Me apaixonei pela Emma Thompson (de novo), em Mais estranho que a ficção.
  46. Não comprei o livro novo da Bebeth...
  47. Elegi Loving Annabelle, Crepúsculo dos Deuses, Ratatouille, A Malvada, Manderlay, Obrigado por Fumar, Notas sobre um Escândalo, Pequena Miss Sunshine, Café da Manhã em Plutão, O Céu de Suely, Match Point, Volver, Não por Acaso, Festim Diabólico, e, claro, Babel, como os 15 melhores filmes (que eu vi) do ano.
  48. Acordei e dormi (quase todos os dias) ao lado da pessoinha-nuvem que mais amo no mundo... nuvem porque é fofinha e delicada, além de ficar melhor de azul e gostar muito de água... mas troveja volta e meia e solta faíscas de arrepiar! Mas, nos dias de sol forte e alma deserta, ela é a melhor sombra que alguém pode ter, porque é suave e boa, e gosta de mim com todas as minhas sacripantices e defeitos (que são ainda maiores porque, como advertia a Clarice, eu, sem perceber, gosto deles).
  49. Em resumo, saí com os amigos, bebi com os amigos, liguei para os amigos... enfim, segui a máxima do Oscar Niemeyer e por isso vou viver 100 anos (Queira Deus!).

Em 2007...

  • A Cris me deu de presente uma escritora maravilhosa... e me surpreendi com o mundo de novo... O nome da escritora é Amélie Nothomb... leiam, leiam, leiam... E depois, como se não bastasse, a Cris veio de Barcelona pra cá e me deu de presente a sua presença! Viva!
  • O Adriano, como sempre, me deu de presente o futuro... tomara que dê certo... E trouxe a Raquel para passear por aqui e matar a saudade! Bom demais.
  • O Play voltou pra cá... (ou quase)... E eu fiquei felicíssima!
  • O andou mais perto... e eu fiquei cada vez mais feliz.
  • Eu recebi os e-mails deliciosos da Mônica quase todas as semanas do ano, religiosamente.
  • Eu não recebi muitos e-mails do Ed, mas estive com ele o tempo todo, todo o tempo. E descobri que o amo ainda mais (se é que isso é possível), mesmo que ele me enlouqueça o tempo todo, todo o tempo.
  • A Susana finalmente foi pra Portugal, mas já voltou... e eu estou, como sempre, morrendo de saudades da minha "irmãzinha".
  • O Juarez teve intermináveis discussões polêmicas comigo, que só reforçaram nosso amor de cunhadíssimos... e trouxe pra mim seu "milhão" de amigos, que a cada dia conheço e gosto mais, como a Ritinha, o Carlos Alberto, a Janine, a Neise e o Léo, o Tiago e a Ana Paula, o Harley, o Denilson, a Deise, a linda Lili, o João, o Alisson (polemista), a Póli, a Lílian e a Grazi!
  • A Dir finalmente se dignou a reaparecer, tive que ir lá em Curitiba buscá-la, mas valeu a pena! Amo demais essa maluquinha, mas ela nunca acredita nisso.
  • A Cris Gotz também conheceu a Europa esse ano... E Brian Kiney... Rimos muito juntas, mas fiquei com gostinho de quero mais... (ano que vem compensamos, viu?!)
  • A Míriam foi, nesse ano tão difícil para nós duas, amiga querida e mais do que presente nas reflexões, desesperações e desilusões doutoradísticas... mas, no final, tudo deu certo, e ela ainda presenteou o mundo com uma "bela tese"... aliás, bela não, belíssima!
  • Eu quase não consegui encontrar a Silvana, essa amiga tão querida e tãããããão atarefada... e fiquei sonhando com o dia em que vou convencê-la a adotar a teoria do Niemeyer... e, nesse dia, vamos poder ficar conversando o quanto quisermos!
  • A Lenise me deu de presente um trilhão de filmes óóóóótimos! Quer melhor?!
  • A Lu ficou decepcionada e triste comigo, mas ela sabe que eu a amo demais, e espero que tenha relevado minhas fraquezas conteudísticas básicas...
  • A Valéria descobriu que não pode mais viver sem gatos, pessoa delicada que é... e além disso voltou pra nossa mais do que amada Belo Horizonte... Arrasou.
  • A Ju Nery e o Baeta voltaram de um sumiço de 6 anos! E isso foi tudo de bom! E com um baetinha a caminho... Tudo parece fazer sentido agora!
  • Vânia ficou muito triste, mas nós estamos todos torcendo pra que ela fique cada vez mais feliz! E faremos tudo para que isso aconteça.
  • A Cláudia apareceu por aqui duas vezes, e foi ótimo revê-la, já quase uma Doutora, agora...
  • Nosso querido Sávio parece que tomou juízo... ou será que não?! Foda-se o juízo e viva o Sávio! E o sempre presente Richard, claro!
  • A Carol ampliou sua linda família machadiana, e agora o Joaquim já está na roda! Delícia...
  • A Fabi apareceu de barrigona e tudo, mas nem consegui matar as saudades direito... eu vivo com saudades dessa japinha sapeca que é mais menina que seus dois filhotes juntos! Miguel e Laurinha que o digam...
  • A Mãe Cau, a Lu Bê, a Renata e a Celina ainda estão esperando a tia rebecca aparecer... Eu prometo que vou visitar os rebentos em 2008, gente, juro! E não é só falta de tempo, não, é safadeza mesmo, podem xingar!
  • A Driux engravidou e desapareceu... exatamente como quando casou... sou uma pobre menina órfã...esse negócio de ser filho mais velho é f.!
  • No entanto, a vovó Joana marcou presença, e ainda completou a família! A querida Tati é minha companheira de vício (pop-cards, gente, pop-cards, vocês estavam pensando em quê?!).
  • Alcione, Marcelo e André compartilharam comigo maravilhosas noites de quarta-feira... inesquecíveis noites de literatura com cerveja... E agora eu não posso mais viver sem eles... Tenho a felicidade de ter como amigos um lorde inglês, uma legítima filha de Bambuí que é pura delicadeza e um americanófilo rebelde que não gosta de nada, mas todo mundo ama. Não é demais?
  • A Dani passou no doutorado e também foi punida por não ter lido Crime e Castigo... Agora, ela entrou pro rol dos futuramente-desesperados... Bem vinda!
  • A Jussandra ressurgiu das cinzas... mas voltou pra lá, aparentemente... Sacripantinha!
  • Eu não pude me encontrar - ou me encontrei pouquíssimas vezes para o tamanho da minha saudade - com a Silvéria, com a Natacha, com a Aline, com a Karin, com a Márcia, com a Érica, com a Graça e a Betinha (arquiteta), com a Eglen, com a Juju, com a Maria, com a Mariana (que só aparece no natal, como o papai noel), com o Tuca, com a Ju Sorriso, com a Gisele (que agora vai para o ES), com a Júnia, com o Birne, com a Aninha (que arrasou de linda no meu aniversário), com a Nipow, com o Rodrigo Criança, com a Dulce, com o Alceu (que além de saber a língua do César Simão, também sabe falar alemão... xi, rimou...), com o Henrique músico e com o Henrique maqueteiro, com o Wally, com a Mariana (que está de empresa nova...), com a Sônia (que fez uma exposição linda...) e com muitos outros ainda...
  • Minhas cunhadinhas brigaram o tempo inteiro (não comigo, que eu não deixo)... mas fizeram as pazes também, e tudo segue bem normal, já que com gêmeos é assim mesmo...
  • A Solange morou lá em casa um tempinho, antes de se mandar pra Itália e casar com um italiano lindo! Agora ela aparece só virtualmente, e deixa saudades.
  • A Joaninha que sabe sambar diz que voltou pra BH, mas eu ainda estou achando que é mentira dela (ela adora me enganar...). Eu bem que queria ver a joana todo dia, mas ela não dá a menor pelota pra esse meu exagero e só aparece quando bem entende... coisas de leonina...
  • Minha família-de-Curitiba (porque há o lado Recife, como todos vocês sabem...) marcou presença e me deu a maior força naquele-assunto-que-vocês-sabem-qual... obrigada queridos, vocês arrasam! Amo vocês, um por um: Tia Jôce, Pri e Pór e Pituco e Tio Rominho!
  • O Paulo André, a Vivi e a Dani Gusmão foram meus leitores mais fiéis... A vocês, meus mais que sinceros e emocionados agradecimentos! E ao Paulo, ainda por cima, agradeço por me inspirar, não só com seu talento, mas também com sua energia, com sua alegria... e com seu "clone"...
  • Muitas pessoas novas apareceram, vieram da internet, do orkut, da listinha de amigos dos amigos e de todas as fontes do bem que existem. Bem vindos, queridos: Adrilene (sócia); Xu e Sálua; Dri Baiana (que na verdade é carioca); Tainah; Fernanda Ferds; os novos integrantes do SPA: Isabism, Jacques, Ed e Denise; os psicólgos Míriam, Fernanda, Flávio, Marcelo, Cíntia e Ricardo (funguinhos); o casal musical Flávio e Carla e minha prima Rosa!

Enfim, findo o balanço, que foi muito positivo, pode vir, 2008! Estamos preparados (eu acho...)!

21 comentários:

Rosa disse...

Dizem que os ultimos serao os primeiros! No final do proximo ano com certeza estarei na primeira linha, mesmo assim obrigado Rebecca por meu nome estar na sua mensagem de final de ano. Mais tem um errinho "seu pai para mim é um primo-irmão" então vc é uma prima-sobrinha.
Gostaria de te conhecer bem mais! Acho vc aquela pessoa que diz,faz o que pensa e sente, amo pessoas assim. Continue! A vida deveria ser feita de pessoas como vc, tenho certeza que DEUS nos olha pelas nossas atitudes verdadeiras. FELIZ ANO NOVO

Anônimo disse...

Querida Rebs,
Delicioso o seu "balanço"... melhor ainda ver que estou presente nele. E concordo com você: o que seria da gente sem os amigos (e tudo o que vem "junto": cumplicidade, apoio, carinho, cervejas, viagens, choros, muito riso, discussoes homéricas...).
Pequena grande (e linda) moça, que 2008 seja ainda mais especial, junto às pessoas que você ama.
Sigo daqui, do outro lado do Oceano, mas com o coraçao aí juntinho de você...
Beijo enorme,
Ritinha
PS.: Tb adoooooooro reticências, rs!

adrilene disse...

Cada um de nós temos um dom. O seu querida Rebecca é de escrever... É engraçado e ao mesmo tempo emocionante, pois algumas coisas que escrevera pude presenciar... É muito bom ter você como amiga e sócia..rs rs rs. Beijão e obrigado pelo carinho. Que em 2008 tudo de bom aconteça em nossas vidas.

Paulo André disse...

Rebequinha,
bom 2008 pra vc e Pablia, que tem tempos que não vejo. os amigos são realmente o melhor de tudo isto... eu também amo as reticências e amo todos os filmes que vc amou em 2007... vc viu Bubles?... acho seu jorge (assim mesmo, com minúsculas) o fim da picada e dizer que vc também me inspira pra caralho... adoro seu blog e suas letras... espero nos vermos mais em 2008! beijinho,
PAndré

Anônimo disse...

será que vai dar certo...sempre tento colocar um comentário mas o seu blog não me aceita. André

Anônimo disse...

Hum...agora deu certo!!!! Rebequinha amor de minha vida! Sim, sou americanófilo, fã do Mickey Mouse e do Snoopy! E saiba que, depois do seu 15º corte de cabelo de 2007,você está igual a boneca Moranguinho! Lindinha demais, com olhos azuis que na verdade são verdes. Sou tarado por você e nosso amor é eterno! Semestre que vem a Alcione e eu estaremos juntos numa disciplina sobre a nossa Clarice Lispector. E, com certeza, sua dissertação será de extrema relevância para nós! Vai ficar tão chique! Dra. Rebecca Monteiro! Vixemaria! Um luxo só! Só não decidimos ainda como vão se chamar os nossos filhos. Você já me disse que a combinação Feitosa Monteiro não fica muito legal. Vamos ter que pensar em algo...beijos...de seu amigo Limãozinho, sempre amargo e pessimista. Um capricorniano incorrigível mas que te ama loucamente. Mesmo os nossos sígnos sendo incompatíveis, Je t'aime beucoup! (Será que escrevi certo? ) Beijos...André Americanófilo.

TiSu disse...

Rebecca!
Delícia de post... este blog é realmente um estouro! Ajuda a matar a minha saudade e deixa um gostinho de quero mais, de querer acompanhar mais de perto esse seu cotidiano de aventuras pela vida! Quero ir a BH logo... também quero dividir com você o que ando experimentando nesta minha conexão Portugal - Moc.
Pois, para 2008, que seus novos sonhos-castelos se realizem (ou, melhor, se transformem)! Amo muito você! Beijo! Susana

Uma disse...

Ei Berreca!
Que lindeza!!! Fico feliz de aparecer no seu balanço e espero que a gente encontre um tempo pra gente no ano que começa. Te adoro... beijos
S

Xu e Sálua disse...

Ei amiga, adoramos,Vc sempre surpreendendo.Realmente vc é interminável...rs Bjos Bjos Muitos Bjos. Te esperamos em 2008,09,10,11,12,13...E assim vai. Obrigada

Play disse...

Rebequinha, que gracinha! Me emocionei muito, inclusive porque você me fez lembrar de velhos amigos que temos em comum. Então pego uma carona rápida neste seu espaço e mando milhões de beijos pra todos eles, sem citar nomes como você, mas eles saberão! E sobre as reticências, também as amo, mas uso mais o ponto de exclamação! E adoraria ter aquele ponto de interrogação invertido do espanhol,acho um luxo! E termino justificando que não foi por acaso que não lia seu blog. Eu simplesmente sou tão atrapalhado com o tal 'tempo', que eu simplesmente nunca, de novo, n u n c a tinha entrado em blog algum! E você tem o privilégio de ser dona do primeiro blog que acesso, e eu tenho o privilégio de te conhecer!
Um beijo ...
Play.

lu disse...

queria ter escrito isso!
ainda mais que acho que nossa vida esta rodeada mais ou menos das mesmas pessoas. mas...
cadê eu? sou eu a decepcionada? por quê?

Rebs disse...

Ai, ai, queridos, vocês são lindos!

Só agora vi os comentários, porque estava desconectada do mundo "virtual"(mas vendo estrelas de verdade depois de uns 15 anos, eu acho...)!

Obrigada pelo carinho! Em 2008, espero vocês todos por aqui (e do meu lado!), especialmente a partir de fev., quando a tese promete aliviar a barra e me devolver pro mundo...

E Play, também adoro exclamações!

Beijos!

Mariana disse...

Minha querida Rebequinha,
que maravilha começar o ano novo lendo esse post mais maravilhoso. Fiquei suuuuper emocionada. Você é uma querida. È um privilégio (e um aprendizado) ter uma amiga como você, tão sensível e atenta aos amigos. Obrigada.

Minha dúvida é: que árvore é essa pela qual vc se apaixonou?

E adorei o comnetário do Play, que disse que queria ter uma ponto de interrogação de cabeça para baixo! Hahaha, isso é um luxo mesmo! Temos que nos encontrar para dar bos risadas!
Bjs e feliz 2008 para vocês e todos os amigos.

Pri disse...

Olá Querida!!!
Obrigado por nos incluir no seu balanço 2007!!!
Você está no nosso coração!!!

Pri

Cláudia disse...

Rebecca,

adoro seu blog e seus textos, você sabe disso. Eu admiro você e sua criatividade. E aí vai a pergunta para o "Fale Conosco": como é que se faz lasanha de frigideira...?

Beijíssimos,

Juarez disse...

Rebequeta

Que venham mais e mais discussões intermináveis pra nós nessas noites de loucas babilônias (parafraseando Mônica, rs)! Com muito açúcar, afeto (parafraseando Chico Buarque) e também muuuuita cerveja porque é difícil suportar sóbrio esse mundo! (parafraseando Zeca Pagodinho, pra terminar em grande estilo basfond!!)

Beijos
Te amo baaaaaaaaaaldes

Rebs disse...

Mari, Pri, Cau e Ju,

Obrigada pelo carinho!

E, Cláudia, a pizza é de frigideira, a lasanha é normal mesmo... rsrsrs!

A árvore em questão, Mari, fica na praça afonso arinos... qualquer dia tiro umas fotos pra apresentá-la pra vcs! Ela é lindíssima, comovente... passo todos os dias por ali.

Beijos mil!

Glauce disse...

Rebecca,
Ju me passou seu blog e peço licença para acompanhá-lo! Vc diz que leu "Campo Geral". Provavelmente deve ter assistido a "Mutum" da Sandra Kogut, né? É baseado nele. Lindo, lindo, lindo... Melhor interpretação de Guimarães Rosa, na minha opinião. Melhor até que as menininhas da pequena Cordisburgo que fraseiam a obra do escritor em sua antiga casa, que hoje é um centro cultural.
Beijinhos!

Anônimo disse...

Oi Rebequita,
sumi um bocado e acabei sabendo, pela Aninha, que fui eleita uma de suas leitoras mais assíduas. Estarei presente sempre que possível, adorei o balanço de fim de ano, "quisera eu poder fazer tão nobres comentários" ( em língua de César Simão)
Beijos,
Dani Gusmão.

Rebs disse...

Glauce, querida, seja bem vinda por aqui!

Seu blog tb é ótimo, volta e meia estou por lá (novo ano, velhos vícios...)!

E Dani, "quisera eu" que vcs viessem muito por aqui! Assim que acabar essa bendita tese eu vou me dedicar mais, tentar escrever todo dia, talvez... vamos ver...

Bjo!

Vivi disse...

Ai, que honra ser citada aqui como um de seus leitores mais fiéis! Eu demoro aparecer, mas qdo venho, dou uma varrida, aqui, não consigo ler um só! rsrsrs seus textos me prendem, me emocionam e me enlevam. E que venham muitos outros em 2008!