25.12.08

Substantivo suicídio

O suicídio de um rato
não é igual
ao suicídio de um inseto
não é igual
ao suicídio de um mastro
não é igual
ao suicídio de um templo
não é igual
ao suicídio de um resto
não é igual
ao suicídio de um vício
não é igual
ao suicídio de um gesto
não é igual
ao suicídio de um fato
não é igual
ao suicídio de um tempo
não é igual
ao suicídio de um vivo
não é igual
ao suicídio de um morto
não é igual

mas é suicídio

10 comentários:

Ju Haghverdian disse...

hihihi
nao eh igual mesmo!

;)

Débora Cecília disse...

culpa das palavras. que insistem em juntar tudo em um so significado.

Estúdio11 disse...

me lembra músicas de arnaldo.
bjos do esdras e do estúdio!

Rebecca P. disse...

Ju,

;)


Débora... a culpa é delas mesmo... rsrsrsrs!

E Esdras,
A inspiração é via arnaldo mesmo... achei esse texto em um caderno antigo, escrito por mim há uns 5 ou 6 anos atrás... não me lembrava dele, mas gostei e resolvi postar...

natu disse...

feliz ano novo pra você :)
num destes dias vou estar por lá, ao fim vou conhecer brasil :)
um beijo!

Jéssica Laisa disse...

Gostei do texto. :)
A primeira vista me fez ri. Depois me fez pensar. Gostei disso!
Beijos!

Flávio Voight disse...

Poema engraçado, gostei!

Rebecca P. disse...

Natu,

Feliz ano novo pra vc também!!! Se vc vem ao Brasil em 2009, esse ano promete! rsrsrsrs!

Jéssica e Flávio, eu também achei o texto engraçado... mas ainda não descobri porque... ; )

Bruno disse...

Isso pode virar música pro Makely Ká... Tá a cara dele... xD
Beijo!

Rebecca P. disse...

Será se?

Quem é Makely Ká?